Menu fechado

Entrevias é parceira de projeto ambiental para a preservação do Mico-Leão-Preto no Estado de São Paulo

A concessionária apoia o Instituto De Pesquisas Ecológicas – IPÊ com a manutenção e restauração de matas para formação de novos corredores ecológicos como habitat do primata

Sertãozinho, 3 de junho de 2022. Boas práticas sociais, de governança e ambientais são valores presentes e importantes para a Entrevias Concessionária de Rodovias, que investe em ações e iniciativas com foco na segurança e bem-estar de usuários de rodovias, comunidades lindeiras e na sustentabilidade ambiental, promovendo a manutenção da biodiversidade.

Para contribuir com a reflexão que o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/06) sempre provoca, a Entrevias conta sua história de parceria com o IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas – no projeto ambiental que promove a manutenção e restauração de matas para a preservação do Mico-Leão-Preto, primata ameaçado de extinção e com poucas espécies remanescentes, localizadas apenas no oeste e sul do estado de São Paulo. O projeto atua na ampliação das matas que propiciam a formação de novos corredores ecológicos e, assim, integram porções florestais e remanescentes da Mata Atlântica. A importância do projeto é grande, pois o Mico-Leão-Preto foi considerado extinto no país durante 65 anos, sendo redescoberto novos registros em 1970.

Juntamente com o Instituto Ipê, instituição dedicada à conservação da biodiversidade e considerada uma das maiores ONGs ambientais do Brasil, com sede em Nazaré Paulista, a Entrevias desenvolve um programa de conservação da espécie desse primata. Para isso, optou pelo plantio compensatório de 167 mil mudas nativas em uma área de reserva ecológica de 83 hectares, entre os municípios de Teodoro Sampaio e Presidente Epitácio, na divisa do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul, localizados no chamado Pontal do Paranapanema, no entorno da Estação Ecológica Mico-Leão-Preto.  A compensação ocorre em decorrência dos trabalhos de duplicação da SP-333 – Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros, entre Marília e Echaporã, trechos concedidos à Entrevias.

“Um dos pilares do ESG é justamente a questão ambiental, e a parceria entre Entrevias e Instituto IPÊ reforça a preocupação da concessionária com o meio ambiente. A compensação com o plantio de mudas é uma medida obrigatória em nosso negócio, mas buscamos investir e apoiar uma causa de extrema importância como a da preservação do Mico-Leão-Preto e das unidades florestais”, afirma Osnir Giacon, gerente de Meio Ambiente da Entrevias.

A manutenção e o manejo das áreas verdes e de compensação ambiental são desenvolvidas pelo Instituto e acompanhadas pela empresa. Por meio do Programa de Conservação do Mico-Leão-Preto foram criados vários corredores florestais para conectar áreas com populações do primata, recuperando a Mata Atlântica na região do Pontal do Paranapanema, no interior de São Paulo.

Laury Cullen, engenheiro florestal do Instituto Ipê, explica que o plantio compensatório já tem dado resultado e reforça sobre a importância da política pública do Programa Nascentes, do Governo do Estado de São Paulo.

“Nossos estudos mostram dados muito positivos, que os corredores de vida e essas interligações entre áreas florestais e conservação de todo o ecossistema vão garantir a sobrevivência dos cerca de mil micos que existem no Estado de São Paulo”, diz Cullen.

Sobre a Entrevias Concessionária de Rodovias 

A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo por meio da Artesp, agência reguladora dos transportes, prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuam para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br.

 

 

 

Canal de Ética e Privacidade