Menu fechado

Entrevias completa 4 anos de investimentos em infraestrutura e tecnologia rodoviária 

 

Foram R$ 795 milhões em obras nas regiões de Marília e Ribeirão Preto e R$ 60,33 milhões em repasses a municípios

 

A Entrevias Concessionária de Rodovias completa quatro anos de concessão nesta terça-feira (6) com muitas conquistas e novos desafios. Nesse período, a companhia prestou mais de 244 mil atendimentos a usuários e investiu R$ 795 milhões em obras de modernização de rodovias e serviços que garantem aos motoristas maior segurança e mobilidade nos 570 quilômetros de rodovias que administra ao longo de 30 municípios nas regiões de Marília e Ribeirão Preto.

Hoje, a concessionária gera 720 empregos diretos, além de empregos indiretos nas frentes de obras. “A Entrevias trabalha para oferecer mais segurança aos usuários. Está em andamento um extenso cronograma de obras de duplicação na SP-333 que contribui também com o desenvolvimento econômico e social da região”, afirma Clara Ferraz, diretora-presidente da Entrevias.

No quarto ano da concessionária, os investimentos foram, principalmente, em obras de duplicação. Para os 30 anos de concessão, até 2047, estão previstos R$ 3,9 bilhões em investimentos, conforme o contrato de concessão assinado com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). Desse montante, a estimativa é que sejam alocados R$ 1 bilhão para obras de ampliação, R$ 1,9 bilhão na restauração de rodovias, R$ 615 milhões em equipamentos e sistemas – como a rede Wi-fi já instalada –, entre outros investimentos para melhorar a segurança e garantir aos usuários um atendimento de alta qualidade.

Segurança para caminhoneiros e motociclistas

Atenta às medidas comportamentais que contribuem para a segurança nas rodovias, a Entrevias tem o Programa Vida em Movimento que reúne todas as atividades realizadas junto aos usuários. Caminhoneiros e motociclistas são público alvo das campanhas da empresa. Durante esses quatro anos, 14 mil caminhoneiros participaram de ações sobre segurança no trânsito e também relacionadas à saúde.

No acompanhamento dos índices de acidentes e demais indicadores de segurança viária, a empresa registrou uma redução de mais de 13% de vítimas fatais entre 2019 e 2020.

Repasse de ISS

Prefeituras de 29 dos 30 municípios no entorno das rodovias sob administração da Entrevias receberam R$ 60,33 milhões em repasse do ISS (Imposto Sobre Serviço) desde o início da operação em 2017 até março deste 2021. O valor é referente ao recolhimento de tarifa paga pelos usuários nas oito praças de pedágio administradas pela empresa e cada prefeitura recebe de acordo com a alíquota do imposto, o movimento do tráfego e com base na extensão da rodovia em cada município.

Atendimentos

De julho de 2017 a junho deste ano, foram prestados mais de 244 mil atendimentos pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). Entre as principais demandas figuram serviços de inspeção de tráfego, apoio de guincho, socorro mecânico e pré-hospitalar.

Pelo 0800 da empresa chegam solicitações, dúvidas e sugestões diversas. O usuário faz contato pelo telefone ou totem de atendimento nas bases dos SAUs e Wi-fi e é atendido pelo Centro de Controle Operacional (CCO). O CCO tem monitoramento 24 horas das rodovias por meio de 380 câmeras de alta tecnologia.

Obras região de Ribeirão Preto

A empresa iniciou em abril de 2020 a construção de quatro marginais na Rodovia Atílio Balbo (SP-322), sendo três em Sertãozinho e uma no Anel Viário Sul de Ribeirão Preto. Todas já concluídas e proporcionando maior fluidez e mais segurança ao usuário.

Obras região de Marília

No trecho Sul da concessão, a Entrevias duplicou 8,6 quilômetros da rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333) ainda no primeiro ano, em julho de 2018. Desde janeiro de 2020, executa outras obras de duplicação nesta em outros trechos desta rodovia e outra frente de trabalho terá início ainda neste mês de julho. O investimento nessas obras é de aproximadamente R$ 275 milhões.

Na região de Marília, dos 83 quilômetros de obras de duplicação da SP-333, 19 quilômetros entre Marília e Júlio Mesquita já estão na reta final dos serviços, em fase de sinalização e pintura.

Entre Marília e Assis são 64 quilômetros de pista sendo duplicados, numa obra mais complexa, com 15 dispositivos de retornos comuns e subterrâneos e três pontes. Nessa parte da rodovia, as obras estão em fases diferentes, de acordo com cada trecho.

A concessionária segue também com a construção de dois postos gerais de fiscalização (PGFs) na SP-333. Um deles fica no quilômetro 447, pista leste, na Rodovia Miguel Jubran, em Florínea, e terá 11.300 metros quadrados. O outro PGF fica no quilômetro 235, pista oeste, na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros, em Pongaí, com 11.700 metros quadrados. Ambos estão na fase de terraplanagem e na construção do prédio administrativo.

Os PGFs serão equipados com balança com o sistema WIM para pesagem de caminhões em movimento. No prédio de controle também ficará um fiscal para análise de documentação, quando necessário. A previsão de conclusão da obra é para o fim deste ano.

Canal de Ética e Privacidade