Menu fechado

Pesagem de caminhões segue suspensa em rodovias da Entrevias

A pesagem no eixo viário da Entrevias está suspensa desde 23 de março, acatando decisão publicada à época pela Secretaria de Logística e Transportes.

Sertãozinho, 25 de agosto de 2020. Em cumprimento à decisão da Secretaria Estadual de Logística e Transportes do Estado de São Paulo e do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), as operações de pesagem de caminhões seguem suspensas na malha rodoviária administrada pela Entrevias Concessionária de Rodovias, nas regiões de Marília e Ribeirão Preto. A partir de publicação no Diário Oficial desta terça-feira (25), a suspensão foi prorrogada até 22 de outubro em todas as rodovias estaduais sob concessão e nas administradas pelo DER.

A medida tem como objetivo contribuir com a manutenção de uma série de iniciativas adotadas pelo governo paulista a fim de combater a disseminação do coronavírus, e, ainda, tornar mais rápidas as viagens, facilitando a chegada das cargas aos seus destinos.

No sistema operado pela Entrevias, a fiscalização é realizada nas rodovias da região de Ribeirão Preto em quatro bases móveis, sendo três localizadas na SP-330 – Rodovia Anhanguera, e uma na SP-322 – Armando de Salles Oliveira.

A pesagem no eixo viário da Entrevias está suspensa desde 23 de março, acatando decisão publicada à época pela Secretaria de Logística e Transporte.

“Manter suspensa a pesagem dos caminhões, operação que tem o apoio das concessionárias, é uma medida do governo estadual necessária para facilitar o escoamento da produção. Ao adotar esta prática, é mantida a celeridade no abastecimento de itens essenciais para a cadeia de produção e, principalmente, produtos indispensáveis para o consumidor final. Além disso, é mais uma maneira de proteger os caminhoneiros e operadores das balanças neste momento de risco de disseminação do vírus”, explica Jorge Baracho, gerente de Operações da Entrevias.

Pandemia

Ao longo dos 131 quilômetros administrados da SP-330 (Anhanguera), de Ribeirão a Igarapava, veículos pesados representam 40% do tráfego registrado pela companhia. No trecho de 238 quilômetros da SP-333, de Borborema a Florínea, representam 35%.  A SP-333 e a SP-330 escoam fundamentalmente produção de soja, trigo, cana-de-açúcar e álcool, além de produtos industriais do circuito Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Desde o início das restrições de circulação em decorrência à pandemia pelo Coronavírus, em março, a Entrevias realiza diferentes ações de suporte aos caminhoneiros que se deslocam pelos seus 570 quilômetros de rodovias concedidas no Centro-Oeste Paulista, sendo 271 km na região de Marília, no eixo de Borborema a Florínea, e 299 quilômetros no trecho de Ribeirão Preto, de Bebedouro a Igarapava, na divisa com Minas Gerais.

De entrega de vales-marmitex à testagem para a Covid 19, a empresa desenvolveu desde o início atividades em pontos estratégicos dos dois principais corredores logísticos que administra, a SP-333 (Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros) e a SP-330 (Rodovia Anhanguera). Atividades que ajudaram na manutenção do trabalho de milhares de profissionais do transporte de cargas e a manter o escoamento de insumos, produtos, alimentos e de commodities do agronegócio. A estimativa interna é de que ao menos 10 mil caminhoneiros foram beneficiados pelos serviços oferecidos

Sobre a Entrevias Concessionária de Rodovias – A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo – Artesp é a agência fiscalizadora – prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.

 

 

Canal de Ética e Privacidade