Menu fechado

Entrevias fechará alça de acesso da Braz Olaia Acosta com o Anel Viário Sul

O fechamento será realizado na saída para o Contorno Sul sentido Sertãozinho

Sertãozinho, 11 de agosto de 2020. A Entrevias Concessionária de Rodovias informa que fechará, a partir desta quinta-feira (13), às 14h, a alça de acesso do trevo da Avenida Braz Olaia Acosta com o Anel Viário Sul (SP-322). A intervenção, que deverá durar no máximo 30 dias, é necessária para os trabalhos da segunda fase da obra da marginal paralela ao Contorno Sul, que está sendo construída do quilômetro 316+600 ao 317, e que interligará o trevo no Jardim Nova Aliança ao trevo da Adelmo Perdizza (continuação da Caramuru).

O fechamento restringirá o acesso apenas à saída para o Anel Sul sentido Sertãozinho – e não o trevo. Nesta segunda etapa, a empresa executará o pavimento que vai  interligar a alça de acesso com a nova marginal, além da nova saída para a rodovia. O projeto operacional que determina todas as  modificações no tráfego da rodovia durante esse período foi aprovado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

Como rota alternativa considerando o eixo rodoviário, o usuário poderá passar por baixo do viaduto no próprio trevo da Braz Olaia Acosta, voltar pelo lado oposto da rodovia e acessar o dispositivo de retorno localizado no km 315 - saída para a Avenida Presidente Vargas e, assim, retornar ao Anel Viário Sul.

Outra alternativa por dentro da cidade é retornar à Avenida Braz Olaia Acosta no sentido contrário e seguir em direção à Av. José Cesário Monteiro da Silva (próximo à uma faculdade), acessar a Av. Presidente Vargas sentido Bonfim Paulista e, por fim, pegar a alça de acesso ao Anel Viário Sul sentido Ribeirão-Sertãozinho. (ver mapa abaixo)

A Concessionária instalou placas de sinalização sobre o fechamento em trechos estratégicos do Jardim Nova Aliança e proximidades.

Sobre a marginal

A empresa iniciou a construção da marginal na segunda quinzena de maio deste ano, em continuidade à implantação dos projetos previstos no contrato de concessão com o Governo do Estado de São Paulo. A via paralela ao Anel Viário Sul terá 400 metros, entre os quilômetros 316+600 e 317, no sentido Oeste (Ribeirão – Sertãozinho), com duas pistas que farão a ligação do trevo da Braz Olaia Acosta, no Jardim Nova Aliança, ao trevo da Avenida Adelmo Perdizza. A obra – que inclui a pavimentação, drenagem profunda e sinalização – deverá ajudar a dar mais fluidez ao tráfego. O objetivo é manter o movimento intenso do viário urbano separado do tráfego rodoviário. A obra deve ser concluída em outubro.

A alça de acesso à Avenida Adelmo Perdizza, localizada no quilômetro 317 do Anel Viário Sul, interditada em 13 de maio, segue fechada para o andamento da obra.

O Contorno Sul de Ribeirão Preto segue os parâmetros de segurança e normas técnicas adequadas, mas, com o crescimento populacional e expansão imobiliária tornou-se rota de usuários provenientes de tráfego urbano e que optam pela rodovia para fazer pequenos deslocamentos.

Operacionalmente, a empresa disponibiliza diariamente viaturas de inspeção de tráfego que percorrem o trecho, direcionando e orientando os usuários.

Sobre a Entrevias Concessionária de Rodovias – A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo – Artesp é a agência fiscalizadora – prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.

Canal de Ética e Privacidade