Menu fechado

Entrevias obtém licença ambiental para iniciar duplicação de mais 24 quilômetros da SP-333

Mobilização inicial está prevista para o início de julho

Mais 24 quilômetros da Rodovia SP-333 (Rachid Rayes), entre os quilômetros 337 e 361, de Marília a Echaporã, serão duplicados pela Entrevias Concessionária de Rodovias, a partir de 1º de julho.

Após a obtenção de todas as licenças ambientais necessárias e aprovação do projeto pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a Concessionária dará continuidade ao cronograma de investimentos em segurança e infraestrutura viária ao longo da SP-333.  O novo trecho é continuação da obra de duplicação iniciada em março, do km 361 ao 385 da SP-333, cuja licença ambiental havia sido emitida primeiro. Juntas, somarão 48 quilômetros de duplicação, proporcionando mais segurança no deslocamento de usuários.  O desenvolvimento regional e a capacidade de escoamento da produção dos municípios também são incentivados com a melhoria.  O investimento total é de aproximadamente R$ 235 milhões.

O cronograma prevê a construção de uma nova pista com duas faixas de rolamento e acostamento, que será separada da via atual por canteiro central. Está prevista ainda a implantação de onze dispositivos em desnível na rodovia SP-333, nos quilômetros 337, 343, 350 e 354 (Marília), 356, 362, 370, 374, 377, 381 e 384 (Echaporã). As obras devem durar 20 meses.

De Júlio Mesquita a Marília

Simultaneamente, outra frente de trabalho dá continuidade à duplicação de 19 quilômetros na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros entre Júlio Mesquita e Marília (do quilômetro 295 ao 314). Com início em janeiro, as intervenções começaram quatro quilômetros antes do trevo de Júlio Mesquita, no km 299, e seguirão até o entroncamento com a BR 153, na saída de Marília para Lins (ver tabela abaixo).

Além da nova pista e divisão dos fluxos, será implantada uma nova ponte sobre o Rio Tibiriçá, no km 311 da SP-333 e dois novos trevos em desnível. O primeiro no km 309, em Marília, e o segundo no km 299 no atual trevo para Júlio Mesquita. A previsão de término é junho de 2021 e o investimento é de R$ 80 milhões.

Os 67 quilômetros correspondentes a esses trechos fazem parte de um total de 211 quilômetros com duplicação prevista até o oitavo ano do contrato de concessão da Entrevias.

Proteção com a fauna

A empresa investe recursos e estudos no desenvolvimento e manutenção de projetos socioambientais que contribuem para a preservação da fauna e flora, com o objetivo de reduzir ao máximo os impactos decorrentes da consolidação do negócio.

Considerando a duplicação que será iniciada em breve de 24 quilômetros da SP-333, entre os quilômetros 337 e 361, a estimativa é construir nove passagens inferiores de fauna. No trecho que segue em obras desde janeiro, do km 295 ao 314, de Júlio Mesquita a Marília, outras nove passagens estão já em fase de execução.

Essas travessias serão feitas de concreto e com dimensões variadas que permitem a passagem de diferentes tipos e tamanhos de animais silvestres, como por exemplo Tatu, Capivara, Cachorro do Mato e Onça Parda – espécie que hoje em dia é pouco comum no trecho sob concessão. Além do corredor pelo qual os animais passarão haverá um cercamento de direcionamento que ajudará a induzi-los à passagem correta e não a travessia pela pista.

Essa passagens são projetadas para atender os diversos tipos de animais existentes na região, por isso contam com travessias úmidas, ou seja, com água corrente e travessias secas.

Paralelamente aos projetos de construção das passagens, a empresa desenvolve ações educativas com crianças e usuários de rodovia, mantém parcerias com instituições de reabilitação e acolhimento de animais e sinaliza as rodovias com placas indicativas sobre a presença deles nas proximidades das vias.

Sobre a Entrevias Concessionária de Rodovias – A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo – Artesp é a agência fiscalizadora – prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.

 

Divulgação Entrevias – construção de passagens inferiores de fauna